| num tom meio desesperado |

te suplico : não me imagine

não nos nada. nós nada.

d e t a n t o i d e a l i z a r q u e m e c o m o p e r m i t i r i a e s t a r d o m e u l a d o a c a b a q u e n i n g u é m p a r e c e s e r o s u f i c i e n t e

por que ninguém é

entenda :
se_você_sente_algo_que_não_existe_,_quando_se_concretiza/mesmoquenãointeiraouintensamente_fica_vazio_

Quando Já Foi Vivido _mesmo que no plano de lÁ_ Não Acredito Existir A Possibilidade De Um Novo Diferente

eu não vou te amar…
por ser real demais, humano demais, sem graça demais /apesar de arrancar todo tipo de reações de mim

‘medo do outro se apegar ou você mesma?’

tenho todo o amor do mundo guardado,
mas não mostro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s