_da chama

vou dormir logo pro dia acabar mais rápido
no dia seguinte repito

o que esperava curar as dores, ao relaxar toda a musculatura toráxica e alertar meu cérebro de que : ali nada mais se contrai : liberou tudo que havia guardado nesses últimos meses.

da chama confusa que achou que gastar mais energia seria rodar o emocional e assim não ver o tempo passar e as coisas se apagaram, estava confusa _como dito anteriormente_
o tempo só cura se você olha pra ele.
se você para.

o tempo só cura se você sofre.
é verdade.
é triste, mas é verdade.

por isso esses dias a cada passo, além das dores musculares _o efeito do remédio passou_ um era sorrindo e o outro chorando, mas tinha que me manter à força na tristeza para senti-la. se não sentir ela não vai. e há muito me acostumei a não sentir.

\eu não choro/
já bradei orgulhosamente
mas que orgulho deveria carregar por não chorar?
quem não chora não sente e como não choro se eu sinto tanto?

|

parar na maca da emergência por angústia definitivamente é um checklist.

|

… que sabe amar sinceramente …
propus a liberdade de maneira errada /vistoquelivreéaquelequeamaeéamadosempreocupaçõeseouinseguranças/

chama confusa.

a parte do “um monte de gente” não faz sentido. nunca fez, sinceramente.
mas que agora eu lide com isso.
diria com minha decisão, mas não foi decidido o não-querer.

chama rude, fria, arisca. exigente.
duas situações diferentes me provaram que o que sofro agora não é grande motivo de sofrimento, visto que ambas confirmam idealizações.

mas sobre idealizações conversaremos mais tarde.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s