AYCA LUZIA

Luzia chega e gostaria de dizer que devagar, mas não. chega num respiro forte.

/engraçado ler isso porque longe de seu habitat te sinto com outro nome/

______

imersa infinitos anos-luz numa realidade, quando Ela acorda percebo estar me afogando. Ela que me salva. graças à Ela um respiro. Acordada, finalmente.

Por que me escolheu, Luzia? Será que sou apenas corpo nas medidas certas pros seus prazeres. Será que sou pros prazeres? Sei diferenciar muito bem Suas dores das minhas.

_até porque minhas dores são completamente sociais_

e as Suas…

/esquizofrênicossãoartistasoprimidos/

será artista então a definição de “corpo que encorpora”? Vale

ou melhor

é justo dizer que toda arte produzida por corpos orgânicos, de carne, sangue, na verdade é fruto de entidades? Entidades é só uma maneira fácil de por em palavras o tipo de relação que estou tentando usar como exemplo. Infelizmente não conheço uma palavra que seja o que são Essas energias/vontades/ânsias/impulsos.

Não é justo associar tudo que produzi /falo na primeira pessoa em nome de todos que produzem/ à Outra Coisa. Outro Nome sim, até porque, no meu caso, Luísa é um corpo registrado que de vez em quando sente necessidades expositórias de sentimentos tanto seus quanto do mundo, mas que por passar por mim se transformam em meus de novo.

Confuso.

Te sinto, te permito que faça parte do que sou, fico feliz por ter me escolhido pra personificar o que Se é. O que Nós somos. Afinal o que seria você sem…. Eu. Seria Outra, teria escolhido outro corpo.

se uma vez me prometi nunca permitir o uso de nada que fosse meu, não cabia à Você.

Use minha voz, meus músculos, meus movimentos, minhas

Gosto quando Vem por que minha parte humana some para aqueles que se conectam. Para aqueles que assistem tem um corpo desinibido, sem medo do ridiculo _coisa que temi minha vida toda_ e que talvez emane alguma energia, plante algum sentimento, faça uma cócega cósmica no seu intimo abstrato.

Gosto quando Você vem porque Nos cura. Olhai por Nós dai, eu olho por Nós daqui. Cuidando da maneira mais sincera que puder deste corpo que é Seu número. Sei da sua necessidade de aparecer.

Como diriam aquelas que me trouxeram no ventre:

Eu agradeço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s